fbpx

Finnet

Principais desequilíbrios do fluxo de caixa

Principais desequilíbrios do fluxo de caixa.

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Entender e saber equalizar o fluxo de caixa é fator de extrema importância para a saúde financeira das empresas, sendo assim um assunto muito relevante para um gestor financeiro de sucesso. Nessa matéria iremos abordar quais são os principais fatores que podem trazer o desequilíbrio para o seu fluxo de caixa.

O desequilíbrio financeiro acontece pelo simples fato de se gastar mais do que se recebe, supondo que você gaste R$100 e recebe R$90, você vai estar criando esse déficit de R$10, que com o passar do tempo se não equilibrado a tempo poderá causar dificuldades financeiras para a sua empresa.

De forma geral, quando isso acontece as empresas acabam sendo obrigadas a buscar recursos como empréstimos, antecipação de recebíveis, troca de cheques, para tentar equilibrar o seu déficit financeiro. 

Se interessou pelo assunto? Então acompanhe abaixo as principais causas que podem ocasionar o desequilíbrio no seu fluxo de caixa. 

Principais causas que podem desequilibrar seu fluxo de caixa

Operações que não são lucrativas: Uma das causas mais óbvias mas que é cometida por boa parte dos empresários é a realização de negócios em que a operação para empresa não é lucrativa, sendo assim a sua empresa acaba gastando muito tempo e dinheiro para ter um baixo retorno ou muitas vezes um déficit. Esse desequilíbrio tende a comprometer a saúde financeira do seu fluxo de caixa. 

Gastos elevados com administração:

Mais uma causa comum de se ocorrer é quando o empresário realiza retiradas de montantes não compatíveis com a situação financeira da empresa, desta forma é criado um déficit que desequilibra o fluxo de caixa.

Diferenças entre o prazo médio de recebimento e o de pagamento

Geralmente o ideal para uma empresa é realizar as suas compras com o dinheiro que entra em caixa de suas vendas, fazendo uma gestão correta dos pagamentos dos seus fornecedores. Porém nem sempre isso ocorre e quando as diferenças de valores ocorrem de forma acentuada pode acabar se tornando um fator que desequilibra o fluxo de caixa da empresa.

Queda nas vendas

Existem vários fatores que podem reduzir as vendas de uma empresa, sejam concorrentes, sazonalidade ou como no atual momento de crise sanitária que acaba prejudicando a economia. Quando isso impacta a sua empresa é preciso estar atento pois as suas vendas estarão sendo impactadas e o volume de entrada também cairá, podendo iniciar assim uma crise financeira.

Endividamento alto

Independente do motivo do endividamento, seja ele para investimento a longo prazo ele sempre irá merecer uma atenção especial do departamento financeiro. Pois todos os endividamentos altos criam uma pressão sobre o fluxo de caixa, podendo iniciar um déficit financeiro.

Descontos nas vendas

Realizar descontos em suas vendas exige muita atenção, pois o seu financeiro deve calcular muito bem o quanto de margem de lucro está sendo retirado, o que pode deixar os valores das vendas nulo ou até mesmo causando prejuízo. 

Custo com encargos financeiros

Muitos empresários e profissionais financeiros acabam não dando a devida atenção a esse fator, por isso o acompanhamento do extrato bancário é de extrema importância. Os juros sobre rendimentos de cheque especial, cartão de crédito e outras operações nem sempre é computado como custo e isso também pode resultar em déficit em seu caixa.

Inadimplência

Quando tratamos de inadimplência podemos considerar que quando você deixa de pagar um fornecedor você acaba se tornando inadimplente e isso em um longo período irá desequilibrar o seu caixa. Outro fator que trata a inadimplência é quando você vende a prazo e os seus clientes não te pagam no período correto, o que também causa um desequilíbrio no fluxo de caixa.

Desconhecimento dos custos

Assim como o fator de custos com encargos financeiros, o desconhecimento de outros custos irá impactar no equilíbrio de seu fluxo de caixa.

Como solucionar os problemas no seu fluxo de caixa

O mindset que deverá ser implantado tanto no empresário quanto no departamento financeiro é o de não ter medo da atual situação financeira da sua empresa. Encarar todas as contas de frente e analisar friamente os números é essencial para encontrar os problemas, sendo assim apresentamos algumas soluções para os problemas já citados:

Melhorar a análise de crédito

Quando o seu problema são os clientes inadimplentes o processo é revisar a sua análise e concessão de crédito. Uma forma eficaz é através da consulta ao SPC e SERASA. Sempre avalie se o seu cliente terá condição de pagar o compromisso até o final.

Controlar e classificar as despesas

Conforme falamos no início sobre o mindset a ser adotado, controlar e saber classificar as despesas poderá eliminar vários problemas que citamos no decorrer da matéria. Por isso te aconselhamos a criar um plano de contas, separando os diferentes tipos de despesas, todas com seus respectivos detalhes, assim você poderá ter um controle maior sobre o fluxo de caixa e poderá evitar problemas logo no seu início.

Controlar e conhecer os custos verdadeiros

Da mesma forma que você deve controlar suas despesas, é de extrema importância controlar os custos com os seus fornecedores. Então analise todos os passos que você efetua para fazer negócios com os seus fornecedores e considere isso como um custo. Ex: se você precisa ligar para realizar uma cobrança, considere isso um custo no pagamento do telefone. 

Aumentar o giro do estoque

Manter um estoque muito alto é um grave problema para o seu fluxo de caixa. Pois você estará mantendo um custo na produção dos produtos parados, enquanto as suas despesas irão manter o mesmo fluxo. Por isso mantenha um estoque enxuto que seja possível sempre acelerar o giro no estoque. Uma outra forma de resolver esse problema é atribuir um estoque mínimo e saber analisar muito bem o fluxo das vendas dos seus produtos no futuro, evitando assim déficit com sazonalidade. 

Reduzir o prazo de recebimento das vendas

Já citamos também esse problema na matéria e existem algumas formas da empresa reduzir o recebimento das vendas: vender com prazos menores ou pagamentos a vista, ajustar o comissionamento dos seus vendedores e criar estímulos para o time de vendas efetuar as compras a vista são algumas formas de conseguir reduzir os prazos de recebimentos.

Negociação com fornecedores

Essa solução é essencial quando o momento é de dificuldade, mas também deve ser praticada no dia a dia. Manter um bom relacionamento de transparência com seus fornecedores é essencial, por isso prorrogar prazos de títulos em abertos deve fazer parte da gestão de fornecedores e pode evitar que você desequilibre o seu fluxo de caixa.

Efetuar a venda de ativos ociosos

Se você está precisando solucionar o déficit financeiro do seu caixa, uma maneira prática é vender os ativos que você não utiliza a médio prazo e fazer dinheiro com eles. Uma outra opção é a terceirização de alguns setores o que possibilita a venda de ativos que ficarão parados com a terceirização.

Refinanciar dívidas

Observe de forma criteriosa todas as suas dívidas, muitas vezes pode ser vantajoso você reduzir as parcelas de uma dívida e pagar menos juros no montante final. Outra forma de refinanciamento é trocar as dívidas por outras com juros menores. Exemplo: Troque os juros de uma dívida de cartão de crédito por uma de empréstimo.

Reanalisar os investimentos

O ideal é você sempre estar acompanhando os seus investimentos e buscar novas oportunidades de rentabilizar o seu caixa. Se você quiser saber mais sobre como rentabilizar o seu fluxo de caixa acesse a nossa matéria e veja as oportunidades disponíveis no mercado.

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

VEJA MAIS CONTEÚDOS RELACIONADOS

Se inscreva na nossa newsletter!